Os dilaceradores de pneus são projetados para destruir os pneus de veículos que tentam entrar
por força em uma área protegida. A utilização do dilacerador de pneus é destinada para inibir e impedir que veículos não autorizados realizem a entrada ou saída do local sem permissão.

DILACERADOR DE PNEUS

As também conhecidas como Garras de Tigre são uma solução simples, mas altamente eficaz para controlar o tráfego de sentido único, ideal para abordar entradas altamente seguras, como bancos, instalações militares, aeroportos, empresas de transporte e coleta de dinheiro, depósitos, escritórios governamentais, etc.

dilacerador de pneus ou Garras de Tigre é um equipamento muito utilizado em logísticas, condomínios industriais e condomínios logísticos, galpões de armazenamento, docas de centros comerciais e shopping, depósitos para armazenamento de cargas de portos e aeroportos, e demais locais de alto risco de invasão ou evasão que necessitem de uma segurança extremamente rigorosa.

Além de quadrilhas especializadas em roubos de cargas de centros de armazenagem de alto valor, a marginalidade nos centros urbanos cresceu e o crime organizado multiplicou seus focos. Com isso, muitos condomínios residenciais e comerciais vêm optando por realizarem a implantação do dilacerador de pneus juntamente a  cancela eletrônica, ao portão automático e aos bollards (pilares hidráulicos) para aumentar a proteção e segurança dos condôminos e funcionários do condomínio.

INSTALAÇÃO DE DILACERADOR DE PNEUS

A instalação do dilacerador de pneus é realizada nas portarias em que ocorre o acesso de veículos, sendo montado sobre uma superfície plana e inserida internamente em uma valeta de concreto. O acionamento do dilacerador de pneus é feito por meio de botoeiras ou integrado a equipamentos de controle de acesso como cancelas automáticas e portões automáticos. Ao ser acionado, as garras emergem na superfície da chapa rasgando os pneus do veículo que tentarem realizar a passagem.

dilacerador de pneus pode ser programado para funcionar em conjunto com a cancela eletrônica e ao portão automático, no qual seu funcionamento será desarmado após confirmação de abertura sendo armado novamente assim que a cancela abaixar a haste e/ou o portão ser fechado, não havendo esta confirmação as garras do dilacerador de pneus se mantêm acionadas.